Partido Verde de São Paulo

Presidente nacional diz que PV não faz parte do Governo Temer

imagem 51 encontro estadualpvsp
O presidente nacional do Partido Verde, José Luiz de França Penna, foi enfático ao reafirmar, neste último sábado (05/08), durante sua fala no 51º Encontro Estadual do PV-SP, ocorrido na Assembleia Legislativa Paulista, que a legenda não faz parte da aliança de partidos que compõe a base do atual governo de Michel Temer. Reclamou que parte da imprensa insiste nesta tese e não se preocupa em buscar a verdade.

A Verdade

Quando Dilma Rousseff foi cassada e Michel Temer assumiu a presidência, um novo ministério foi formado e, para a pasta do Meio Ambiente foi convidado, de forma unilateral e personalíssima, o deputado federal Sarney Filho (PV-MA). Na época, o deputado Sarney Filho informou ao Partido Verde, em uma reunião da executiva nacional em Brasília, que iria assumir a pasta, quando parte da direção nacional sugeriu que ele se licenciasse do cargo de dirigente partidário, o que acabou não ocorrendo. Contudo, a direção nacional do PV manteve a posição de não deixar vincular o nome do PV ao Governo Temer, deixando claro que a estada do filiado Sarney Filho à frente do Ministério de Temer seria de caráter eminentemente pessoal. Foi dessa forma que aconteceu também com o filiado e dirigente Gilberto Gil, em 2003, quando assumiu o cargo de Ministro da Cultura, a convite do então presidente Lula. Foi Gil para o Ministério, com mais alguns dirigentes próximos a ele, mas o PV não foi para o governo petista. Portanto, nem Lula, nem Temer jamais convidaram o PV a participar de seus governos, mas sim, pessoas ligadas a legenda, pessoas essas que assumiram tais participações em caráter pessoal e sem nenhuma orientação do Partido Verde.

Plenamente a favor em permitir a abertura de processo contra Temer

Ainda em sua fala no Encontro Estadual do PV-SP, o presidente nacional fez questão de frisar que, embora alguns deputados filiados tenham votado favoravelmente a Michel Temer, o voto oficial do Partido Verde foi aquele firmado pela líder da legenda na Câmara Federal, deputada Leandre Dal Ponte (PV-PR), seguido pela maioria dos parlamentares verdes, no sentido de permitir a abertura de processo contra o atual presidente, em decorrência das graves denúncias apresentadas.

Seriedade para seguir em frente

Ao encerrar seu discurso o presidente nacional lembrou as premissas que nortearam o surgimento do PV e os compromissos que as pessoas vinculadas à  legenda tem com a sociedade. Pediu seriedade ao corpo dirigente e reflexão aos que acreditam na política como forma de organização.

Secretaria Estadual de Comunicação

Partido Verde – São Paulo

 

voltar ao topo

Partido Verde do Estado de São Paulo © 2016

Top Desktop version